Nada mais gostoso que, depois de um dia cansativo, deitar em uma cama com lençóis macios, aconchegantes e perfumados. Por isso, é muito importante garantir que essa peça do enxoval seja de qualidade. Saiba que tanto o modelo quanto os cuidados diários fazem toda a diferença na hora do conforto.

Mas você sabe realmente como escolher um bom lençol? 150, 600 ou 1.000 fios? E, afinal, o que muda em relação à quantidade de fios?

Hoje, falaremos um pouco mais sobre os diversos tipos de lençol e quais pontos determinam a qualidade da roupa de cama. Ao final, daremos dicas imperdíveis para você não errar na escolha do lençol perfeito. Vamos lá?

O número de fios na confecção de tipos de lençol

Antes de falarmos sobre os pontos que devem ser considerados para escolher os tipos de lençol mais confortáveis, é preciso entender um parâmetro importante para acertar na escolha: os fios.

Podemos dizer que, para confeccionar cada polegada quadrada de um lençol, foi utilizada uma determinada quantidade de fios. Por exemplo, dizer que um lençol tem 600 fios é o mesmo que dizer que existem 600 fios em sua polegada quadrada. Quanto maior a quantidade de fios, melhor é a qualidade e maciez do produto.

Porém, a maciez não é determinada somente pela quantidade de fios da peça, mas também pela espessura da fibra, bem como pelo tratamento recebido pela matéria-prima.

Conheça esses detalhes e acerte na escolha dos lençóis!

Tipos de confecção

Os lençóis podem ser confeccionados de diversas maneiras. Conheça as mais tradicionais:

  • Percal: de trama plana e simples, tem boa durabilidade e é muito usado em lençóis bordados ou com desenhos.

  • Acetinado: os lençóis acetinados são muito luxuosos, macios e encorpados. Feitos sempre a partir do nobre algodão egípcio.

  • Adamascados e Jacquard: a trama do Jacquard é feita por um tear especial, criado no século XVI. Nele, desenhos são incorporados à trama sem necessidade de impressão. Já o adamascado é um tipo específico de Jacquard que cria desenhos e linhas tom sobre tom.

Tipos de tecido e quantidade de fios

Conheça os 7 principais tipos de tecido de lençol e suas quantidades de fios:

  1. 100% em Algodão: são os mais simples e compostos por 150 fios. São geralmente antialérgicos e contam com a maciez comum dessa fibra.

  2. Percal: apresentam 180 fios e podem ser encontrados como puro algodão ou misto (50% algodão e 50% poliéster). Têm a vantagem de não precisar passar, porém o inconveniente é a formação de bolinhas e a sensação de “pinicar”.

  3. Cetim de algodão: pode chegar a 1.000 fios por polegada e ter tramas assimétricas, o que faz dele um lençol supermacio e confortável, com maior brilho e fácil de ser manuseado.

  4. Seda: feito com tecido nobre, o lençol de seda é indicado para os dias mais frios, pois retém calor. Sua textura é extremamente macia e aveludada, entretanto, é uma opção bem mais cara que os demais.

  5. Lençol de malha: feito com 100% algodão, a diferença está na trama dos fios. São antialérgicos e não formam as famosas bolinhas.

  6. Lençóis com algodão egípcio: contam com fibras mais longas, garantindo um excelente acabamento. Esse tipo é reconhecido como o melhor algodão do mundo.

  7. Pima Cotton: assim como o algodão egípcio, é uma fibra têxtil de ótimo comprimento. Usada nos melhores lençóis, garante conforto, leveza, durabilidade e ótima capacidade de absorção.

Escolha da roupa de cama

Separamos algumas dicas que vão te ajudar a escolher os tipos de lençóis mais confortáveis e que combinem com o seu estilo de decoração.

O tamanho ideal

É muito importante que, ao comprar o jogo de lençol, você tenha em mãos a dimensão correta da sua cama, mesmo sabendo se é kingqueen ou casal comum.

Os principais tamanhos de lençol de acordo com as dimensões de cama são:

  • camas de 1,40m: lençol Standard

  • camas de 1,60m: lençol Queen Size

  • camas de 1,80m: lençol King Size

  • camas de 2,00m: lençol Super King Size

Use uma fita métrica ou trena para confirmar o tamanho da sua cama, para evitar compra de modelos muito largos ou muito pequenos.

Custo-benefício

Avaliar o custo-benefício é um dos passos mais importantes na hora de escolher o tipo de lençol ideal.

Não há dúvidas de que os lençóis em algodão egípcio ou acetinados com mais 300 fios são os de melhor qualidade. Entretanto, esse conforto pode custar caro. Devemos também avaliar que esse enxoval conta com uma durabilidade maior do que a dos demais, quando seguidas à risca as regras de conservação (vamos ver mais sobre esse tópico adiante).

Para quem busca uma roupa de cama de qualidade e que garanta muito conforto e elegância, investir em um enxoval nesses moldes pode compensar. Porém, se o seu orçamento está mais limitado, é possível adquirir outros tipos de lençol que também garantam conforto, mas a um preço mais em conta.

Lençóis entre 200 e 220 fios, 100% algodão, são ótimas peças, que vão garantir conforto, qualidade e preço mais acessíveis.

A importância da beleza

Nem tudo é somente técnico na escolha de uma boa roupa de cama. Um bom lençol, macio e de qualidade deve ser também elegante e bonito, afinal, ele também faz parte da decoração da sua casa.

O ideal é que o jogo de lençol tenha harmonia com a decoração do quarto. Se você tem dificuldade em combinar estampas com o estilo de sua decoração, aposte nos lençóis lisos e brancos, que, além de evitar “conflitos”, garantem um ambiente requintado e suave.

Se seu objetivo é trazer personalidade para o ambiente, use roupas de cama em tons de cinza ou azul, e não importa se o quarto é masculino ou feminino. Essa combinação é sempre acertada!

Agora, se você busca um quarto jovem e contemporâneo, uma boa pedida são os lençóis com estampas em linha ou geométricas.

Conservação

É muito importante que o lençol seja confortável, macio e bonito, mas a durabilidade também é fundamental. Lençóis ficam muito tempo em uso, e conservá-los bem é a garantia de que mantenham suas características principais.

É preciso, ainda, levar em consideração, na hora de fazer a sua compra, as características de cada lençol a partir do seu tipo de confecção e cores. Por exemplo, um lençol Jacquard pode ter uma limpeza muito mais complexa do que um de malha de algodão. Ao mesmo tempo em que um lençol branco exige mais cuidados para limpeza e conservação do que os estampados.

Para manter a durabilidade do lençol, é essencial seguir todas as recomendações de lavagem e manutenção. Fique de olho!

Agora que você já conhece os diversos tipos de lençol e que sabe como escolher o melhor para ter uma noite superconfortável, confira alguns cuidados simples que ajudam a conservar as roupas de cama!