Nós sabemos que as pessoas passam – ou ao menos deveriam passar – pelo menos 8 horas por dia na cama. Isso é um terço da nossa vida e por essa razão qualquer investimento em qualidade e conforto na hora do sono é muito bem-vindo e deve ser considerado.

Além do colchão, os lençóis também são muito importantes no momento de dormir. Se você nunca deu a atenção merecida para esse item, não deixe de ler o post de hoje. Ele é essencial para a beleza do seu quarto e para o aconchego do seu descanso. Confira nossas dicas de como escolher lençol:

Analise o material

O material é talvez o item mais importante na hora de decidir como escolher um bom lençol. Ele vai impactar não só no conforto do seu sono, mas na resistência e na durabilidade do material. O mais tradicional e comum é, disparado, o de algodão. Antialérgico e acessível, ele possui uma ótima maciez e uma grande variabilidade de qualidades, pois como veremos mais à frente, pode ser feito de números diferentes de fios e de algumas combinações com outras tramas.

Temos também a opção da microfibra, um tecido resistente de fio sintético que funciona muito bem em locais frios, pois retém bem o calor. Além disso, seu preço costuma ser bem mais acessível que outras opções para este tipo de clima, como seda e flanela, mas ele cumpre sua função com igual eficácia e tem uma ótima resistência.

Por fim, temos o lençol de malha, que vem ganhando bastante espaço no mercado. Também feito com algodão, sua diferença está na trama dos fios. Antialérgico e com a vantagem de não amassar facilmente, é uma ótima alternativa para roupa de cama de crianças, pois seu toque é bem macio.

Observe as cores

Poucas pessoas pensam nisso, mas as cores do lençol são determinantes para compor o visual e a decoração do quarto. Se você tem paredes quentes, uma roupa de cama em tons pasteis pode ser muito estranha no contexto. O oposto também vale: se você optou por um arranjo mais sóbrio no cômodo, não dá para investir em lençóis coloridos e destoantes.

O ideal é observar seu dormitório como um todo e buscar alternativas que pareçam em total consonância com a proposta e o estilo do ambiente. E a grande vantagem é que, atualmente, existe uma gama enorme de opções e combinações de tonalidades e nuances, permitindo que você escolha sem erro o que mais se adapta ao que você tem no seu recanto!

Escolha pelo número de fios

O número de fios é outra característica que confere mais ou menos qualidade ao lençol. Quanto maior a quantidade por polegada, maior será a maciez e a durabilidade do tecido.

A partir de 180 fios, ele se chama percal. Pode ser feito totalmente de algodão ou combinado com poliéster, o que torna o preço mais acessível e permite que ele amasse menos. Além disso, existem outras características que conferem mais predicados à trama: o fio penteado e o fio cardado.

O fio penteado é, como o nome diz, um processo que penteia a trama e elimina impurezas, conferindo mais brilho, maciez e durabilidade. Já o fio cardado é obtido através de um processo que engrossa o fio e torna as fibras mais curtas e grossas.

Há ainda o lençol de algodão egípcio, que custa bem mais caro e é 100% de algodão, com grande número de fios. Seu grande diferencial é que a matéria-prima é cultivada às margens do Rio Nilo, que possui clima e solos perfeitos para o cultivo. Um lençol confeccionado com esse material mostra-se de extraordinária procedência, garantindo um toque muito mais macio e agradável, além de ficar em perfeito estado por anos e mais anos.

E então, descobriu como escolher lençol para seu quarto? Com essas dicas, dá para você fazer uma opção acertada, trazendo mais conforto e classe para sua roupa de cama! Gostou do conteúdo? Quer tirar mais alguma dúvida? Deixe seu comentário para nós!