Quando o assunto é roupas de cama e banho, peças de algodão egípcios são sempre sinônimo de requinte, conforto e, também, preços mais salgados.

Mas, você sabe por que esses itens são considerados tão especiais? E afinal, o algodão egípcio dá mesmo mais qualidade às peças ou não passa de mero artigo de luxo?

No artigo de hoje, conheça um pouco mais sobre o famoso e desejado fio egípcio e ainda descubra dicas imperdíveis que vão te ajudar na hora de fazer suas comprar para a casa. Confira! 

A fama do algodão egípcio

Essa história é antiga, tão antiga quanto os Faraós. Há mais 5 mil anos, o algodão foi levado às terras do Egito, onde cruzou com o algodão nativo e deu origem ao algodão egípcio, a fibra mais antiga do mundo.

Seu cultivo não é nada fácil. É preciso um solo úmido, calor e pouca chuva para que a planta cresça e se desenvolva. E foi no Delta do Rio Nilo que encontrou-se todas essas condições para o desenvolvimento desse algodão.

Mas isso não é tudo! O algodão egípcio é colhido à mão, o que preserva algumas características importantes da fibra como maciez e brilho, diferente de outros algodões produzidos ao redor do mundo.

Agora dá para entender porque aquela roupa de cama de fios egípcios é tão sedosa e brilhante, não é mesmo?

Fibras longas e finas, e uma qualidade imbatível

Outra característica que faz das peças produzidas com algodão egípcios imbatíveis em qualidade são suas fibras longas e finas.

Mas, o que isso significa? No processo de fabricação do fio, quanto mais longo e fina por a fibra, mais perfeito será o fio e, como consequência, melhor será a resistência e maciez do tecido produzido.

Um fibra longa mede cerca de 4 cm, podendo chegar até mesmo a 5 cm, dependendo da safra e região produtora. Já as fibras de algodão produzidas no Brasil, por exemplo, não medem mais que 1,5 cm.

A melhor região produtora de algodão egípcio é a do Baixo Nilo. Lá se produz o algodão tipo Giza, mais branco, mais brilhante e com mais fibra extra longas e extra finas.

Raridade que vale o investimento

Diante de peças seja de cama ou banho em algodão egípcio não é incomum sentir aquela dúvida: o alto investimento vale a pena?

É verdade, peças em fios egípcios são caras. E quanto mais fios, mais caras serão.

Isso se dá pela escassez da matéria prima. Embora o Egito seja responsável pela produção de 40% da produção de algodão de fibras longas, esse valor não passa de 3% de toda a produção mundial. Soma-se a isso, ainda, o preço de importação.

Mas, uma coisa é certa: é um investimento que compensa.

Roupas de cama e banho feitas em algodão egípcio são produtos mais nobres, de durabilidade mais elevada (desde que respeitadas os cuidados com a conservação, é claro). 

Isso sem falar na qualidade do material: são ideais para peles sensíveis, não causam alergias, sua permeabilidade e capacidade de absorção são bem maiores. Além disso, a suavidade, maciez, brilho e resistência devem ser considerados.

Não há dúvidas que a saída de um banho com um toalha de fios egípcios é bem mais aconchegante, e uma noite em lençóis desse mesmo material é uma verdadeira experiência de conforto e bem-estar.

E olha que ainda nem falamos no quesito requinte do ambiente: com toda certeza, uma cama com roupas de cama macias e brilhantes deixam a casa mais sofisticada.

Cuidados na hora de comprar as suas peças

  • Certifique-se de que a marca seja confiável, somente assim poderá ter certeza de que foi usado um algodão de boa procedência.

  • Desconfie de preços muito baixos, quase sempre são sinônimo de fraude.

  • Fique de olho em problemas durante o uso: bolinhas, encolhimento e perda de brilho são indícios de que o material não é legítimo.

  • Observe o toque, a maciez, leveza e acabamento do material antes de comprar sua roupa de cama ou banho.

Agora que você já sabe que as peças feitas em algodão egípcio são realmente mais finas e especiais, assine nossa newsletter e não perca outras dicas para deixar sua casa ainda mais bonita e sofisticada. Até a próxima!