Ter um jardim em casa se tornou muito mais do que uma simples tendência do design de interiores — e isso não é à toa. Afinal, ele serve não apenas para embelezar o imóvel e reforçar o estilo do décor, mas também para garantir um melhor conforto térmico e acústico para a residência. Porém, quem está começando a montar o seu, muitas vezes se sente perdido e recorre às dicas de paisagismo para leigos.

Se você também se identifica com esse exemplo, não se preocupe! Nós reunimos, neste post, algumas sugestões que vão ajudá-lo a personalizar esse canto especial da sua casa com criatividade, bom gosto e, o principal, deixando o ambiente funcional. Acompanhe!

1. Diversifique as espécies do seu jardim

Uma dica importantíssima de paisagismo para leigos é sempre buscar diversificar as espécies, mantendo uma unidade entre elas — pela família/gênero em que se enquadram. Um exemplo disso é o caso das suculentas e dos cactos, que possuem centenas de subespécies. Essas plantas têm como características a estética ornamental, as cores intensas e chapadas, as folhas com presenças de espinhos etc.

Outra possibilidade é a harmonia visual que pode ser alcançada com flores dentro de uma mesma paleta de cores muitas, inclusive, liberam odores marcantes e agradáveis. Assim, é possível ter camélias, azaleias e begônias constituindo, em conjunto, um belo e harmonioso jardim.

2. Aposte em uma horta orgânica

Além de diversificar as espécies do seu jardim, você também pode dar uma finalidade a mais para ele: cultivar uma horta orgânica. Essa é uma excelente sugestão para quem quer ter um contato maior com a terra e não abre mão de consumir alimentos orgânicos que são aqueles cultivados sem a presença de agrotóxicos e outros produtos que afetam a saúde de adultos e crianças.

No caso de hortaliças e leguminosas, por exemplo, o ideal é dispor de uma boa metragem de solo fértil para o plantio de mudas e sementes. Já se você não conta com muito espaço, é possível montar um pequeno canteiro para cultivar ervas e especiarias, como boldo, gengibre, coentro, alecrim, hortelã, manjericão, tomilho, salsa etc.

3. Invista em um jardim interno

Ter um jardim em casa não significa, necessariamente, que ele precisa ser externo. Muito pelo contrário! Você pode (e deve) ter uma extensão do quintal no interior da residência especialmente se a sua decoração segue os estilos escandinava e rústico. “Mas como dispor diferentes plantas nos cômodos sem sobrecarregar o visual deles?”, você deve estar se perguntando. Saiba que para isso você pode:

  • investir em jardins verticais com treliças e painéis  ideais para ambientes compactos, como a varanda;

  • utilizar os tradicionais vasos em suportes e tripés, que os mantêm suspensos no hall de entrada ou em corredores e salas;

  • adotar hangers (suportes pendentes) — especialmente aqueles modelos feitos à mão — para cozinhas, varandas, quartos e salas de estar.

Gostou das nossas dicas de paisagismo para leigos? Então se inspire e personalize com bom gosto o seu jardim, deixando-o com a sua cara! E se você quer mais sugestões de espécies para ter em seu lar, confira cinco plantas que enfeitam e perfumam qualquer ambiente!